Em breve


21/03 - 19h

Lançamento: “Acontecimento da poesia”, de Fernando Paixão


Nem sempre a poesia se encontra onde se vê anunciada. Boa parte das vezes, aliás, ela prefere calar-se — mistura-se às coisas do mundo e espera o insight, para só depois deixar-se imprimir sobre a fina película das palavras. Entre o vento e o verso, algo acontece e ainda não sabe dizer o nome. Todo poema flagra um instante.

Em Acontecimento da poesia (Editora Iluminuras), o poeta Fernando Paixão compartilha uma série de textos escritos nas três últimas décadas, sob diferentes demandas, incluindo um depoimento sobre José Paulo Paes, um testemunho sobre livro de Alfredo Bosi, além de fecunda reflexão sobre as relações poéticas entre Brasil e Portugal e comentários sobre escritores como Vinicius de Moraes, Rubens Rodrigues Torres Filho, Georges Bataille, Mário de Sá-Carneiro, entre outros, contemplados com uma reflexão aguda. Na parte seguinte, é o próprio autor quem apresenta seu universo lírico, por meio de um depoimento e uma entrevista.

No dia 21 de março, a partir das 19 horas, o livro será lançado na Casa Plana, ocasião em que será realizada uma conversa com o poeta, tradutor e professor da USP Álvaro Faleiros.

Com entrada gratuita, o evento propõe uma discussão sobre o pensamento crítico sobre a arte poética. "O importante", diz o autor, é reconhecer na poesia "uma intervenção simbólica vigorosa - de alto poder encantatório ou corrosivo sobre as coisas".

22/03 - 19h

Lançamento: “Textos do eu outro”, de E. M. de Melo e Castro


O mais recente livro de Ernesto Manuel de Melo e Castro, Textos do eu outro (São Paulo: Lumme Editor, 2018) vem coroar um percurso criativo que teve início em 1962 com a publicação de Ideogramas, livro que inaugurou o movimento da Poesia Experimental Portuguesa. O volume que hoje, 57 anos depois desse disparo inicial, aqui se apresenta, interessa não apenas por nele estarem presentes os traços estilísticos característicos do artista multimídia, responsável pela inovação da arte de vanguarda em Portugal e, por continuidade transatlântica, no Brasil (como forma de extensão dialógica e produtiva, tendo-se em vista as diversas composições e publicações que se deram do lado de cá do oceano, onde Melo e Castro reside há muitos anos); mas interessa sobretudo por se tratar de um livro de contos - em sua maioria inéditos - que, pela primeira vez,  disponibiliza essa vertente da produção criativa de Melo e Castro menos conhecida do leitor habituado aos poemas visuais, videopoemas e ensaios teóricos sobre as bases teóricas e ancoragens históricas da poesia experimental portuguesa.

No dia 22 de março, a partir das 19 horas, o autor estará na Casa Plana para uma conversa com Horácio Costa e Ana Cristina Joaquim sobre o lançamento. No evento serão lidos alguns trechos da obra, sendo que no final será realizada uma sessão de autógrafos.

23/03 - 16h

Debate: Pasolini, o intelectual e a política de nosso tempo


Este livro surge não como uma celebração de Pier Paolo Pasolini e tampouco como um lamento pela perda brutal do poeta que tanto ainda teria intervindo no mundo. Pelo contrário, a ideia deste livro é tomar Pasolini como um amigo, como alguém com quem ainda seja possível conversar.

No dia 23 de março, a partir das 16 horas, Vinicius Nicastro Honesko fará o lançamento de Pier Paolo Pasolini - estudos sobre a figura do intelectual ao lado de Maria Betania Amoroso, Jonnefer Barbosa e Acácio Augusto, com os quais fará um debate sobre a figura de Pasolini e a política de nosso tempo.

Com entrada gratuita, o livro está sendo lançado pela editora Intermeios.

26/03 - 19h

Lançamento: “Indústria cultural e reflexão”, de Manuela Monti


Indústria cultural e reflexão, de Manuela Monti, apresenta um estudo sobre as contradições da indústria cultural e procura ilustrá-las por meio de uma análise dos estudos sobre a indústria cultural no Brasil e de projetos de resgate do samba de raiz e arte popular que se consideraram resistentes a ela.

No dia 26 de março, terça-feira, a autora estará na Casa Plana para fazer uma apresentação seguida da leitura de trechos da obra.

Durante o evento - que começa a partir das 19 horas - a autora fará alguns comentários sobre as contradições nos estudos de Teoria Crítica e Estudos Culturais.

"Longe de trazer outros exemplos e estudos sobre o conceito de indústria cultural que 'ocultaram' a sua história e a dialética a ele imanente, e de buscar 'razões', o presente estudo pretende compreender o conceito de indústria cultural e as suas contradições por meio de um estudo do conceito desenvolvido por seus autores", diz, na apresentação do livro. "Nem apocalíptica, tampouco integrada, pretende-se com este estudo manter viva não a 'roda', mas a dialética imanente do conceito”.

O evento é aberto ao público e marca o lançamento da obra.

13/04 - 16h
Lançamento e contação de histórias: “Minhas duas avós”, de Ana Teixeira


Minhas duas avós conta a história de duas avós muito diferentes que vivem juntas na Casa das Formigas. A partir de suas vivências e com ilustrações de dois de seus netos, a autora e artista visual Ana Teixeira cria um universo lúdico com imagens de avós que todos nós gostaríamos de ter.

No dia 13 de abril, sábado, a partir das 16 horas, Ana Teixeira estará presente na Casa Plana para uma contação de história e oficina de desenho voltada para o público infantil (a partir de 4 anos).

Além da narração, a artista visual e performer proporá às crianças e adultos presentes uma atividade feita a partir da pergunta “quem é igual, afinal?”. Aos participantes será proposto pensar sobre o tema por meio de perguntas que serão
sorteadas entre eles. As respostas virarão desenhos e também tema de conversa.

17/04 - 19h

Lançamento: “Folie à deux”, de Felipe Abreu


Três jovens casais são assassinados por um mesmo homem. Desta dura investigação, ficam imagens feitas pela polícia, trechos de vídeos da cobertura da mídia e poucos textos: anotações dos detetives e pequenos bilhetes deixados pelos jovens apaixonados. Durante um ano os locais ligados a estes crimes foram visitados, fotografados e se desenrolou a tentativa de entender o que tinha acontecido ali. Ao longo desta jornada foram encontradas imagens sugestivas, que ajudam a construir este clima de mistério e dor, mas estarão elas ligadas diretamente a estes terríveis crimes?

No dia 17 de abril, quarta-feira, a partir das 19 horas, o fotógrafo Felipe Abreu fará uma incursão no processo criativo de seu mais recente trabalho: Folie à Deux, fotolivro que investiga uma série de seis assassinatos cometidos no começo dos anos noventa. A publicação apresenta fotografias de arquivo, imagens contemporâneas e pequenos textos ligados a estes misteriosos crimes.

No evento - que marca o lançamento da obra - Felipe Abreu participará de uma conversa com Gabriela Castro e Antonio Xerxenesky, passando por temas como a verdade e a mentira dentro da ficção. Gratuito e aberto ao público, o debate começa a partir das 19h e propõe (assim como o livro) uma investigação sobre os mundos construídos através de fotografias.

27/04 - 16h

Lançamento: “2013: memórias e resistências”, de Camila Jourdan


2013: memórias e resistências (Editora Circuito) veio na esteira dos manifestações que tomaram as ruas em 2013. Testemunha ocular dos acontecimentos, presa, perseguida política e hoje condenada pela Justiça do Rio de Janeiro, a autora, Camila Jourdan, faz um recorte anarquista das suas memórias das chamadas "jornadas de junho", quando as contestações pelo aumento nas tarifas do transporte público seguiram um processo de propagação viral como a Primavera Árabe e o Occupy Wall Street.

No dia 27 de abril, sábado, às 16 horas, a autora participará de um debate na Casa Plana ao lado de Acácio Augusto Jr. Durante o evento, Camila comentará temas abordados no livro como o ativismo político, a resistência ao governo, suas memórias dos combates e da prisão, bem como a atualidade de valores como representatividade e participação direta nos movimentos sociais.

O evento é gratuito, aberto ao público e marca o lançamento do livro.


  Já passou


15/03 - 19h

Lançamento: Lugar de negro, lugar de branco?


Lugar de negro, lugar de branco? Esboço para uma crítica à metafísica racial busca desmistificar a naturalização do lugar da raça na discussão moderna e de sua força instituinte: a escravidão moderna. Com forte alicerce em uma leitura crítica de Frantz Fanon, o ensaio, escrito por Douglas Rodrigues Barros, repensa o identitarismo que ganha espaço nas militâncias ao relacioná-lo com a procura mística de uma África que, historicamente, é indissociável do processo de produção capitalista.

14/03 - 20h

Lulina na Casa Plana


Desde o seu último lançamento, a k7 caseira Na Moita (2016), Lulina estava abduzida, criando e produzindo seu mais novo disco, que será lançado muito em breve pela gravadora Yb. Nesse pocket show mais intimista, ela nos mostra pela primeira vez algumas dessas novas canções, em meio a drinks refrescantes, no clima de happy hour da Casa Plana.

O evento começa a partir das 20h e tem entrada franca.

12/03 - 19h
Lançamento + pocket show do duo Los Pajaritos


Morro trapoeraba é o primeiro romance de Lourenço Lima, que conta a história de Alexandre, um personagem que cresce no campo sentindo o peso da trama social sobre as suas costas. Na busca pelo caminho "certo", dificuldades atravessam o seu destino e fazem com que ele questione a ordem das coisas.

No dia 12 de março, às 19 horas, o autor do livro, lançado pela deep editora, estará presente para uma conversa com Antonio Sobral, editor, que fará a leitura de alguns trechos do romance No final do evento será realizado um pocket show do duo formado por Antonio Sobral e Antonio Farinaci, marcando o lançamento do vinil Los Pajaritos.

07/03 - 19h

Documentário: A paixão de JL


O documentário A Paixão de JL, de Carlos Nader, conta um pouco da história do artista plástico José Leonilson Bezerra Dias, um dos principais nomes da arte brasileira contemporânea. Sua obra predominantemente autobiográfica e intimista trata de temas como a existência, o sentimento, a angústia e a convivência com o AIDS, doença que fez com que o artista falecesse jovem, aos 36 anos de idade, deixando cerca de 4 mil obras e múltiplo acervo documental que em muitos sentidos retratam a geração dos anos 1980.


26/02 - 19h

Clube de Leitura Folha: O anjo silencioso, de Heinrich Böll


No dia 26 de fevereiro, terça-feira, às 19 horas, o Clube de Leitura Folha se reúne para discussão da obra do mês: O anjo silencioso (Editora Estação Liberdade), de Heinrich Böll, primeiro romance do Prêmio Nobel de 1972.
O clube é uma roda de conversa, sem um palestrante. Trata-se de reunir um grupo de leitores, com igual direito à palavra, para discutir um livro que leram ou que estão lendo.

22/02 - 19h

Lançamento:
A sociedade de controle


Nas sociedades de controle, conectadas por tecnologias cibernéticas, principalmente pelas redes digitais, emergiram as plataformas de relacionamento online como intermediárias de uma série de interesses, afetos e desejos das pessoas.

“A sociedade de controle: manipulação e modulação nas redes digitais" (Editora Hedra) traz reflexões, à luz de pensadores como Gilbert Simondon, Félix Guattari, Gilles Deleuze e Michel Foucault, sobre o conceito de modulação e será lançado no dia 22 de fevereiro, sexta-feira, a partir das 19 horas, na Casa Plana.

20/02 - 19h

Lançamento:
O renascimento do autor


No dia 20 de fevereiro, quarta-feira, a partir das 19 horas, o professor e pesquisador Caio Gagliardi fará o lançamento do seu livro mais recente, "O renascimento do autor: autoria, heteronímia e fake memoirs" na Casa Plana. Durante o evento, será realizado um debate com o poeta e tradutor Marco Catalão sobre os múltiplos enfoques do livro, que é um estudo a respeito do moderno conceito de autoria.


19/02 - 19h

Lançamento: MEA CULPA, de Aldo Urbinati


Entre 16 de junho de 2018 e 2 de fevereiro de 2019, o Estúdio Tupi ajudou a construir a nova sede da Uniflex Cidade Jardim, dentro do edifício da loja Forma, projeto originalmente criado em São Paulo por Paulo Mendes da Rocha. 30 anos após sua inauguração, o edifício ainda se encontrava vazio quando o arquiteto Aldo Urbinati assumiu a proposta de repaginação do espaço, que hoje chama atenção pela sua ousada fachada vermelha inspirada na Bauhaus.


18/02 - 19h

A-MIG Transmissão com BOCA DE CABELO e Objeto Amarelo


O A-MIG é uma plataforma nômade que transmite mixtapes e experimentos sonoros de artistas emergentes brasileiros e estrangeiros.
Até o momento, mais de 80 DJs e produtores de todos os cantos do Brasil e do mundo já participaram do canal, entre eles artistas mais estabelecidos da cena e outros com menos visibilidade, descobertos nas profundezas da internet. Entre os convidados, estão produtores emergentes brasileiros e de países como Grécia, Chile, Romênia, Austrália, Argentina, Venezuela entre outros também contribuíram para o projeto.

16/02 - 16h20

Lançamento:
Pandemia - LUTA


"Quando o presente político parece bloqueado, é preciso ter a coragem de atravessá-lo", diz o texto do box da Série Pandemia - LUTA, publicado pela editora n-1 e tema de uma conversa que ocorre no dia 16  de fevereiro, a partir das 16h20, com Péter Pal Pelbart, Giselle Beiguelman e Jonnefer Barbosa.

Ácidos, provocadores e insurgentes, os 12 cordeis que compõem o box foram publicados em 2018, com o objetivo de sondar as reviravoltas em curso e as insurgências do porvir. Publicados com capas estampadas manualmente, através dos mais variados processos, "cada cordel é como um bacilo de pensamento, pronto para contaminar o entorno e abrir no mundo uma fresta singular".

09/02 - 16h

Debate:
A violência com o Brasil


A violência no Brasil será o tema do debate que ocorre no dia 9 de fevereiro, sábado, entre o fotojornalista André Liohn, o jornalista e pesquisador Bruno Paes Manso (autor do livro "A guerra: a ascensão do PCC e o mundo do crime no Brasil", da Editora Todavia) e o psicanalista Luís Marra (autor do livro "Crônicas do crack", publicado pela Editora Hedra). No evento, que ocorre a partir das 16 horas, serão discutidas as propostas de combate ao crime e as políticas sociais sugeridas pelos novos governos federal e estaduais. Entrada livre.

André Liohn, natural de Botucatu (SP), é um dos fotojornalistas mais proeminentes da atualidade. Tendo se mudado ainda jovem para o exterior, Liohn se especializou na fotografia de conflitos bélicos, especialmente no Oriente Médio. Por seu trabalho na guerra civil da Líbia, recebeu, em 2012, o prestigiado Robert Capa Gold Medal, prêmio dado a trabalhos de alta periculosidade. Atualmente, Liohn se divide entre o Brasil e o resto do mundo, contribuindo para diversos jornais e revistas, embora também continue seu trabalho na Líbia através do ADIL – Almost Dawn in Libya, projeto que reúne vários outros nomes do fotojornalismo.

Bruno Paes Manso é cientista político, economista e jornalista. Com foco na estrutura da violência dentro da sociedade civil, é autor dos livros “O homem X: uma reportagem sobre a alma do assassinato de São Paulo” (2005), “Homicide in São Paulo: An Examination of Trends from 1960-2010” (2016) e “A Guerra: A ascensão do PCC e o mundo do crime no Brasil” (2018). Vinculado ao Núcleo de Estudos da Violência da USP, onde realiza pesquisa de pós doutorado, Bruno estuda homicídios, confiança institucional e legitimidade.

Luís Marra, médico psiquiatra e autor, trabalha a mais de quinze anos com dependentes químicos. Publicou os livros “Diário Perdido do Jardim Maia” (2008), “O coletivo aleatório” (2009) e “Crônicas do Crack” (2017). O contato com zonas de alta incidência de usuários, como a Cracolândia e as periferias da Zona Leste de São Paulo, deram substrato para seu trabalho como colhedor de histórias. As vidas marginais aparecem em seus livros na forma de relato pessoal e crônica, impactando pela crueza e pelo quadro maior de saúde pública que se esboça.

30/01 - 19h

III Sarau e Roda de Conversa do Malfas Ocupação


Nesta terceira edição do Sarau + Roda de Conversa do Malfas Ocupação, recebemos o historiador Cristiano Abreu e a psicóloga e psicoterapeuta Cássia Betânea para dois debates: o primeiro, sobre a relação entre as políticas econômicas brasileiras pós-golpe e a dinâmica do capital internacional e o segundo, sobre os desafios no atendimento às populações vulneráveis na rede pública paulista. "Hegemonia em disputa: projetos políticos e questão nacional" e "Violência e resistência: reflexões sobre a dinâmica da saúde pública" serão os seus respectivos títulos. A estrutura do evento é a seguinte: poesia e música na abertura e falas seguidas de discussão. Sarau com participação livre. Todo mundo é bem-vindo.

21/12 - 19h

 Rosa Luxemburgo: pensamento e ação, 100 anos após seu assassinato

Janeiro de 2019 marca o centenário de assassinato de Rosa Luxemburgo, revolucionária polonesa-alemã e uma das maiores pensadoras do século XX. Boitempo, Edições Iskra, Fundação Rosa Luxemburgo e Casa Plana convidam para debate sobre o legado de Rosa, com a participação de Isabel Loureiro, Diana Assunção e Larissa Coutinho (podcast Revolushow). 

   

21/12 - 19h

Lançamento: Coleção Mundo Indígena


Publicados pela Editora Hedra, os três novos livros da Coleção Mundo Indígena trazem relatos imersivos e inspiradores sobre a cultura e os ritos de três povos distintos. No dia 21 de dezembro, a Casa Plana recebe os autores Danilo Paiva Ramos (Círculos de coca e fumaça), Dominique Tilkin Gallois (Nas Redes Guarani), Valéria Macedo (Nas Redes Guarani) e Uirá Garcia (Crônicas de caça e criação) para uma conversa sobre antropologia, a mobilidade dos coletivos guarani, experiências compartilhadas e os efeitos da modernidade sobre o mundo indígena.

19/12 - 19h

Jornal de Borda: campanha para o financiamento coletivo


No dia 19 de dezembro, às 19 horas, o Jornal de Borda estará na Casa Plana. A atividade será dividida em dois momentos. Na primeira parte, a artista e editora do Jornal de Borda, Fernanda Grigolin, vai contar a história do projeto e falar da campanha de financiamento coletivo do periódico, que foi lançado pela primeira vez em março de 2015 em uma das edições da Feira Plana e já está indo para o seu sexto número. Na segunda parte da atividade, a artista Andrea Mendes, a curadora Beatriz Lemos e a escritora Cecília Floresta falarão sobre como estão planejando suas participações para o próximo Borda.

15/12 - 15h

Desentrevistas #1: Yara Kono e Renata Simões


Yara Kono estudou farmácia na UNESP, mas logo seus desenhos de organelas revelaram um talento inato para as artes plásticas e gráficas. Ao ser aceita para estudar Design como bolsista no Japão, deslanchou com ilustrações inventivas e apaixonantes. Em 2004, passou a integrar o então ateliê Planeta Tangerina, que mais tarde se transformaria em editora, e deu continuidade a uma carreira promissora, ganhando prêmios de reconhecimento internacional como o Bissaya Barreto de Literatura para a Infância. Atualmente, Yara mora em Portugal.

Renata Caldas Simões  é jornalista e apresentadora de televisão brasileira.
Formada na PUC de São Paulo, apresentou o Urbano, exibido semanalmente no canal de televisão a cabo Multishow às noites de quintas-feiras. Seu primeiro trabalho na televisão foi para a série Planeta Oceano, no canal GNT, com o mergulhador Lawrence Wahba; depois foi repórter do site iMusica, e depois no programa Vídeo Show, da Rede Globo. Chegou ao Multishow para apresentar a agenda cultural Revista Programe-se. Atualmente, ela é contratada pelo canal pago Fashion TV.

13/12 - 20h

Corner #7:
os 50 anos do AI-5


No dia 13 de dezembro, às 20 horas, Fernando Martinho (editor da revista Corner) mediará o debate que contará com as presenças dos jornalistas Juca Kfouri e José Trajano.

Com entrada gratuita, o evento faz parte da campanha de divulgação da edição #7 da Corner que traz na capa Reinaldo, ex-jogador do Atlético Mineiro, símbolo de resistência à ditadura militar no final dos anos 70. A sétima edição também fala sobre a Democracia Corinthiana e o futebol na União Soviética.

11/12 - 19h

Debate: Spartakus e as revoltas do presente


“Spartakus” é um dos livros mais potentes da ensaística italiana, e seu autor, Furio Jesi (1941-1980), um dos prediletos de Giorgio Agamben. Nesta obra, que vai muito além da história do movimento espartaquista, a revolta implica uma imediata suspensão do tempo histórico - assim, revolta e revolução se contrapõem.

O livro - que permaneceu oculto por muito tempo - passa por diversos temas e autores como Rosa Luxemburgo, Dostoievski, Storm, Brecht e Thomas Mann. Publicado pela editora n-1, ele será lançado na Casa Plana no dia 11 de dezembro, terça-feira, às 19h, com participação de Acácio Augusto e Jonnefer Francisco Barbosa (autor do ensaio-cordel “Novos espartaquismos”).

10/12 - 19h

Roda de conversa: a promiscuidade no campo das ideias



O amor que os grandes filósofos reivindicam muitas vezes é demasiado excludente ou possessivo. Ou um ou outro. Ou Badiou ou Negri. Ou Agamben ou Butler, etc. É preferível o amor livre ou uma certa promiscuidade teórica. Em outras palavras, poder estar com vários de uma vez, tocar sem medo e nos reapropriarmos de seus conceitos, fazendo combinações inéditas e, sobretudo, pensando a partir de nossas próprias necessidades, da nossa própria biografia e trajetória, das perguntas que as situações de vida que atravessamos nos colocam.

O evento é gratuito, aberto ao público e começa a partir das 19 horas.

05/12 - 19h

II Sarau e Roda de Conversa do Malfas Ocupação


Nesta segunda edição do Sarau + Roda de Conversa do Malfas Ocupação vamos receber a historiadora Suzy Muniz, refletindo sobre a "Diversidade marginalizada em tempos de retrocesso". Já a linguista e YouTuber Jana Viscardi palestrará sobre "Linguagem e feminismos em tempos digitais". A estrutura do evento é a seguinte: poesia e música na abertura e falas seguidas de discussão. Sarau com participação livre. Todo mundo é bem-vindo.




04/12 - 19h

A-MIG Transmissão com Kakubo, Raquel Krügel e WHITE PRATA


O A-MIG é uma plataforma nômade que transmite mixtapes e experimentos sonoros de artistas emergentes brasileiros e estrangeiros.
Até o momento, mais de 80 DJs e produtores de todos os cantos do Brasil e do mundo já participaram do canal, entre eles artistas mais estabelecidos da cena e outros com menos visibilidade, descobertos nas profundezas da internet. Entre os convidados, estão produtores emergentes brasileiros e de países como Grécia, Chile, Romênia, Austrália, Argentina, Venezuela entre outros também contribuíram para o projeto.


03/12 - 19h

Ação + lançamento: Para que algo aconteça


No dia 3 de dezembro, às 19 horas, a Casa Plana recebe a artista Ana Teixeira para o lançamento da sua retrospectiva “Para que algo aconteça”.  O livro reúne um conjunto significativo de trabalhos dos últimos vinte anos de sua trajetória, dando visibilidade a uma produção múltipla, composta por ações e intervenções em espaços públicos, desenhos, esculturas, instalações e vídeos. Editado pela artista e por Josué Mattos, historiador da arte e curador, o livro foi produzido de forma independente e contém textos críticos de Cauê Alves, Claudia França, Galciani Neves, Paula Alzugaray e Paula Braga.
No lançamento será realizada a ação "Outra Identidade", na qual um carrinho-escritório ambulante, contendo carteiras de identidade fabricadas pela artista, são distribuídas às pessoas interessadas em troca de suas impressões digitais. No lugar de números, fotos ou nomes, Outra identidade sugere frases.

05/11 - 19h

Lançamento:
A uruguaia



Dia 5 de novembro, o autor argentino Pedro Mairal lança “A uruguaia” (Editora Todavia) em evento com bate-papo com o escritor Antonio Prata, seguido de sessão de autógrafos.


29/10 - 20h

Lançamento: Coleção Trás-os-mares



A Coleção Trás-os-mares traz cinco romances inéditos no Brasil de grandes prosadores portugueses contemporâneos. Tratam-se dos romances “A loucura branca”, de Jaime Rocha; “Noturno europeu”, de Rui Nunes; “Até o ano que vem em Jerusalém”, de Maria da Conceição Caleiro; “Adoecer”, de Hélia Correia; e o livro de narrativas breves “Éter”, de António Cabrita.
São histórias que, com os traços estilísticos peculiares de cada autor, mobilizam alguns temas narrativos comuns: a memória individual e a memória coletiva, os rumos da civilização, a morte, o surreal, o passado cruel das nações.

25/10 - 19h30

Bate-papo sobre “Nuvens” na Casa Plana



Casa Plana e Editora 34 convidam para a leitura de poemas e bate-papo sobre o livro "Nuvens", de Hilda Machado.
O evento contará com a participação de Ricardo Domeneck (organizador) e Cide Piquet (editor).

25/10 - 21h

Poemas pela democracia



Elogio à tortura, ameaça aos direitos sociais e as minorias, incremento do racismo, da homofobia, da violência, escola sem partido e sem pensamento, congelamento dos investimentos em saúde e educação, intolerância religiosa, destruição ambiental. Como seguir considerando democráticos os tempos em que vivemos? As instituições seguem funcionando, as eleições continuam diretas, mas a mentira se alastra, nas redes e nas ruas, e o medo, a desesperança...
Às vésperas do segundo turno das eleições presidenciais, a poesia vem dar as caras, chamar para a luta, conclamar à liberdade. Ao longo de duas horas, mais de três dezenas de poetas, professores, leitores de poesia vêm a público defender os valores democráticos.

22/10 - 19h

“Conhecidos de Vista", de Letícia Lampert: lançamento + bate-papo



A Editora Incompleta e a Casa Plana convidam para o lançamento do terceiro livro da artista visual Letícia Lampert, "Conhecidos de Vista".
A partir das 19h, a autora estará na Plana para um bate-papo com o público e com os convidados Mariana Chama e Gilberto Tomé. Em seguida, irá autografar os livros.
Durante a realização deste projeto, Letícia visitou mais de 50 apartamentos nos bairros centrais de Porto Alegre – onde as ruas, com prédios de ambos os lados, configuravam uma situação de confronto de vistas.


15/10 - 19h

A-MIG Transmissão com Flores Feias, GMO e Rafa Eletronicsu



O A-MIG é uma plataforma nômade que transmite mixtapes e experimentos sonoros de artistas emergentes brasileiros e estrangeiros.
Até o momento, mais de 80 DJs e produtores de todos os cantos do Brasil e do mundo já participaram do canal, entre eles artistas mais estabelecidos da cena e outros com menos visibilidade, descobertos nas profundezas da internet. Entre os convidados, estão produtores emergentes brasileiros e de países como Grécia, Chile, Romênia, Austrália, Argentina, Venezuela entre outros também contribuíram para o projeto.

6/10 às 19h

Independentes: mesa-debate sobre autogestão



Novas formas de se apropriar da rua, reuniões abertas, formação voluntária de grupos de trabalho para a tomada de decisões administrativas e o vínculo desses projetos com os moradores e artistas de rua também serão alguns temas a serem explorados.



7/10 às 19h

2 anos de Ubu



Antes que o mundo acabe, venha debater e comemorar!
No dia 06 de outubro, sábado, véspera das eleições, a Editora Ubu organiza uma tarde de conversas sobre temas de alguns livros que integram o seu catálogo.

14h30: Pedro Paulo Pimenta
A origem das espécies de Charles Darwin

15h30: Christian Dunker
A reinvenção da intimidade e a política no mundo atual

16h30: Marina Person
A obra de Stanley Kubrick

17h30: Renan Quinalha A hierarquia do sexo: o círculo mágico de Gayle Rubin


04/10 - 19h Debate: Permacultura e o consumo sustentável



Muito daquilo que a gente consome hoje é alimento processado, que vem das prateleiras dos supermercados direto para a nossa mesa de almoço ou jantar. Mas o que o arroz, a batata chips, o milho transgênico e o suco de caixinha têm em comum? A origem desses produtos não raro passa despercebida para quem mora nas cidades. Principalmente para quem conhece não o trabalho das reservas extrativistas, ecovilas, hortas comunitárias e assentamentos onde a terra atravessa todas as práticas e relações sociais.


01/10 - 19h

#EleNão: Como vencer o projeto antidemocrático nestas eleições



Debate com Esther Solano, Silvio Luiz de Almeida, Stephanie Ribeiro, Camila Rocha e Lucas Bulgarelli, com mediação de Renato Rovai (Revista Fórum)
Seguido de autógrafos de lançamento da coletânea O ódio como política: a reinvenção das direitas no Brasil, organizada por Esther Solano.
Realização: Boitempo e Carta Capital
Apoio: Casa Plana

29/09 - 19h

Debate: A Conjuração de Catilina e a conjuntura política atual



No dia 29 de setembro, sábado, a partir das 19 horas, a Casa Plana recebe três convidados para debater o livro A Conjuração de Catilina, de Salústio, lançado pela Editora Hedra. Tida como uma das primeiras obras de História produzidas na Roma Antiga, A Conjuração de Catilina fala sobre a trama urdida pelo político Lúcio Sérgio Catilina, que, derrotado nas eleições para cônsul, tenta instituir um golpe contra o cônsul eleito Cícero, incendiar Roma e incitar os alóbroges (uma tribo da Gália) à insurreição.



27/09 - 19h

Itinerários, de Lenora Rosenfield




Itinerários é uma coletânea de trabalhos da artista visual Lenora Rosenfield, que pesquisa materiais e métodos de pintura e restauração há quase cinco décadas. A publicação de mesmo nome foi concebida como extensão da mostra que ocorreu em 2017 no MARGS, escrita e organizada pelo crítico de arte e curador independente Francisco Dalcol. A edição bilíngue, produzida pela Genuinaobra e publicada pela Editora Circuito, traz fotografias, reproduções e imagens documentais que reforçam o seu caráter biográfico.

26/09 - 20h

Lançamento: corpo-concreto, de Brisa Marques




corpo-concreto é o segundo livro da poeta, compositora e jornalista Brisa Marques. Composto por micro-poemas que têm o corpo como tema principal, o livro também fala sobre o universo feminino, o amor, a solidão, a queda e a morte, com uma linguagem "simples, direta e com senso de humor", como diz a autora. "Nada epopeico."

24/09 - 20h

Programa de ressonância #01: os fins do museu




No dia 24 de setembro, às 20 horas, a Casa Plana recebe o Museu do Louvre Pau-Brazyl para uma discussão pública sobre significados e perspectivas dos museus em relação a patrimônio, memória e imagem nacional.
A mesa será composta pelas professoras Renata Motta, Ana Luiza Nobre e a antropóloga Luísa Valentini. Mediação por Jéssica Varrichio e Guilherme Giufridao.

22/09 - 19h30

Lançamento: Sobrimagens, de Jorge Fernandes da Silveira




Sobrimagens tensiona campos imagéticos variados. A preposição "sobre" que compõe o título deste livro está relacionada tanto ao assunto, quanto ao modo de investigá-lo. Estão em cena, a todo momento, os exercícios crítico e criativo, que caminham lado a lado, dialogando entre si. 
Este é o novo livro de Jorge Fernandes da Silveira, que será lançado no dia 22 de setembro, sábado, às 19h30, na Casa Plana. 

20/09 - 19h

Fotolivros em debate: Um dia seremos famosos e nada disso vai importar, Luciara e Noites desperdiçadas




No dia 20 de setembro, quinta-feira, às 19 horas, a Casa Plana recebe Andressa Cerqueira, Henrique Carneiro e Vitor Casemiro para uma conversa sobre três fotolivros: Um dia seremos famosos e nada disso vai importar, Luciara e Noites desperdiçadas. Com mediação de Fábio Messias, fotógrafo e co-fundador do grupo de estudos de fotolivros Trama, o evento marca os novos lançamentos da Editora Madalena.


13/09 - 19h

Crise e golpe, com Alysson Leandro Mascaro




No dia 13 de setembro, quinta-feira, às 19h, a Casa Plana recebe o jurista Alysson Leandro Mascaro para o lançamento de seu novo livro, Crise e golpe, publicado pela Editora Boitempo. Em Crise e golpe, o jurista Alysson Leandro Mascaro parte da crise político-econômica atual e do golpe em curso para destrinchar a complexa relação entre Estado, direito e formação social. Em uma interpretação original, influenciada principalmente por Evguiéni Pachukanis e Louis Althusser, o autor revela o caráter estrutural das crises e dos golpes, fundados em bases ideológicas e institucionais próprias do capitalismo.

12/09 - 19h

Lançamento: Michel Temer e o fascismo comum, de Tales Ab'Saber e convidados




No dia 12 de setembro, quarta-feira, às 19 horas, a Casa Plana recebe o psicanalista e professor Tales Ab’Sáber para o lançamento de seu novo livro Michel Temer e o fascismo comum (Editora Hedra). Além do debate de lançamento, que conta com Tiago Ferro (fundador da e-galáxia, editor da revista Peixe-elétrico e autor do romance O pai da menina morta) e Silvio Rosa Filho (professor de Filosofia da UNIFESP), será projetado o documentário Intervenção: o amor não quer dizer grande coisa, também dirigido por Tales Ab’Sáber.

11/09 - 19h

Voadora #4 com Lucas Kröeff:
ALAN14ROMUALDO14222




Uma nova cidade surge no interior do Maranhão: Bacabeira. O que antes foi um  bairro da cidade de Rosário em 1994 se torna um pequeno município que atraiu as atenções do Brasil e do mundo, quando o governo brasileiro e a Petrobrás anunciaram a criação da sua maior refinaria de petróleo. Migrações em massa, inéditos edifícios de vários pavimentos, investidores nacionais e internacionais, hotéis, bilinguismo, uma série de mudanças que alteram bruscamente a rotina e a paisagem de Bacabeira.

30/08 - 19h

Vanguardia Poética Latinoamericana,
de Clemente Padín




Vanguardia Poética Latinoamericana y otros ensayos é a obra mais recente do artista uruguaio Clemente Padín. O evento faz parte de uma campanha de financiamento coletivo para imprimir 500 cópias do livro. Organizado pelo coletivo suR/L, composto por Mado Reznik (AR), Editora microutopías (UR-BR), Imprenta Rescate (AR) e Desapê (BR), o projeto também também temuma página no Idea: https://bit.ly/2OXOnHV.


28/08 - 19h

Clube de Leitura da Folha: Angola Janga,
de Marcelo D’Salete




No dia 28 de agosto, terça-feira, às 19 horas, o Clube de Leitura da Folha se reúne para discussão da obra de agosto: a HQ Angola Janga - uma história de Palmares (Editora Veneta), de Marcelo D'Salete.
O clube é uma roda de conversa, sem um palestrante. Trata-se de reunir um grupo de leitores, com igual direito à palavra, para discutir um livro que leram ou que estão lendo.

23/08 - 20h

Lançamento do livro Carlos Viaja com China e Tulipa Ruiz




Carlos viaja foi escrito pelo músico China (ex-VJ da MTV) depois de uma viagem de férias com a família. Ilustrada pela cantora Tulipa Ruiz, a obra trata de uma questão que todo mundo que tem cachorro já enfrentou: onde deixar o bichinho durante a viagem? “Visitamos um desses hotéis para cachorro, mas na última hora, eu e minha esposa resolvemos levá-lo com a gente nessa viagem”, conta China, autor do livro. “Durante as várias horas de estrada, Carlos viaja ia nascendo”. Na quinta-feira, 23 de agosto, a partir das 20 horas, a cantora Tulipa Ruiz e o músico e apresentador China participam de uma conversa na Casa Plana sobre o livro Carlos viaja.

20/08 - 19h

Em estado de fúria:
dez poetas na Casa Plana




Na segunda-feira, dia 20 de agosto, a partir das 19 horas, receberemos dez escritores para uma série de leituras e performances de poemas, fragmentos de prosa, trechos de obras acabadas e inacabadas - ou em processo de formação, como alguns dos escritores presentes. Com curadoria de Márcia Fráguas, o evento reúne Ana Rüsche, Dirceu Villa, Leonardo Chioda, Paulo Ferraz, Anna Clara de Vitto, Cecília Floresta, Viviane Nogueira, Ana Beatriz Domingues, Camila Assad Quintanilha e Márcia Fráguas (que também fará algumas leituras).


17/08 - 19h

Impressão Minha: documentário sobre publicações independentes




Diante da hegemonia digital, a materialidade do livro ainda instiga. Impressão minha apresenta a movimentação que acontece em torno dos livros e publicações independentes, no Brasil. Imerso entre artistas, editores e seus livros, o documentário abre espaço para reflexões sobre o mercado editorial, a liberdade de criação, a suposta oposição entre digital e impresso, o livro como objeto, as técnicas artísticas e de impressão.

15/08 - 19h

Debate: A ficção política de China Miéville,
com Ana Rüsche, George Amaral e Mauro Iasi





No dia 15 de agosto, quarta-feira, às 19 horas, a Casa Plana recebe Ana Rüsche, Mauro Iasi e George Amaral para comentar a obra do escritor inglês China Miéville. Conhecido pelo aclamado Estação Perdido, livros pelo quais o escritor ganhou os prêmios British Fantasy (2000) e o Arthur C. Clarke (2001), China é tido como um dos principais expoentes do new weird: gênero literário que teve início nos anos 90 e que se caracteriza pela mescla entre fantasia e ficção, ambientada em mundos paralelos complexos e realistas.

09/08 - 19h30

Debate: literatura árabe e relatos de viajantes
com Pedro Martins Criado, Mamede Jarouche e Graziella Betin


Lançamento do livro Viagem ao volga de Ahmad Ibn Fadlān da Editora Carambaia


O livro Viagem ao volga - relato do enviado de um califa ao rei dos eslavos é um dos documentos mais importantes da cultura islâmica. Escrito pelo viajante árabe Ahmad Ibn Fadlān, narra como uma expedição saída de uma das capitais do império islâmico, Bagdá, no século X, chegou a um assentamento viking às margens do rio Volga (onde hoje fica a Rússia central). Este será o tema do debate que ocorre no dia 9 de agosto, quinta-feira, às 19h30, na Casa Plana. Nesta ocasião, Pedro Martins Criado conversará com Mamede Jarouche (professor de língua e literatura árabe na USP) e Graziella Beting (editora na Carambaia) sobre como essa narrativa moldou a imagem das culturas nórdicas e continua até hoje como referência entre os relatos de viajantes.

03/08 - 19h

Exibição: documentário Martírio

Diretor: Vincent Carelli em co-direção com Ernesto de Carvalho e Tita
Empresas produtoras: Papo Amarelo & Vídeo nas Aldeias
Produtora Executiva: Olívia Sabino
Roteiro: Vincent Carelli, Tita e Ernesto de Carvalho


O documentário Martírio, de Vincent Carreli, narra o confronto entre o agronegócio e os movimentos pela posse das terras ocupadas pelos Guarani Kaiowá, no Mato Grosso do Sul. Parte do filme foi gravada na década de 1980, quando o diretor fez suas primeiras incursões nas aldeias cuja demarcação segue, até hoje, conflituosa, principal causa do genocídio dos povos indígenas. As imagens são gravadas tanto em cores quanto em preto e branco e registram cenas de mobilização contra as violências perpetradas pelo Estado e seus agentes, muitos deles membros da bancada ruralista. Embora a Constituição atribua ao Estado o dever de demarcar as terras indígenas, a questão da exploração por terceiros muitas vezes é tratada com descaso pelas autoridades públicas, que fecha os olhos para a distintividade sócio-cultural dos índios. Esse documentário fala sobre as suas formas de articulação e resistência e será exibido na Casa Plana, no dia 3 de agosto, sexta-feira, a partir das 19h.


17/07 - 19h

Voadora #2
com Livros Fantasma: Holodeck Logbook



Holodeck Logbook é um arquivo vivo de projetos realizados em vias diversas, processos colaborativos e projeções futuras.
Desde sua primeira aparição em 2016, a Fantasma vem construindo um catálogo de projetos de artes visuais, cinema, poesia, narrativas pictóricas, design especulativo, não-ficção e experimentos sonoros. Através de materiais criados e coletados ao longo dos últimos dois anos, expõe suas vísceras ectoplasmáticas, buscando refletir sobre os caminhos trilhados e, assim, desvendar sua identidade, encontrar novos processos, parcerias e veículos.



13/07 - 19h

Lançamento: Vozes contemporâneas



Poetas participantes: Malu Alves, José Antonio Gonçalves, João Mognon, Luís Perdiz e Roberto Casarini
Com abertura de: Claudio Willer

No dia 6 de julho, às 19h, Malu Alves, José Antonio Gonçalves, João Mognon, Luís Perdiz e Roberto Casarini se reúnem para o lançamento da Coleção Vozes Contemporâneas, com livros produzidos no Laboratório de Criação Literária (Ed Lab), coordenado pelo poeta Claudio Willer, que fará uma breve apresentação na abertura do evento.



12/07 - 19h

O corpo na cidade: performance como forma de ocupação

Gabriela di Bella, Ivan Padovani e Coletivo Teatro Dodecafônico
Mediação: Felipe Moreira (Instituto Pólis)

Neste encontro, além de falar sobre a relação da fotografia com a arquitetura da cidade, também abordaremos a performance como forma de ocupação, atentando para outras linguagens artísticas. Qual é o papel da fotografia documental diante da crise habitacional? Como a arte performativa pode impulsionar novas miradas, derivas, ou até mesmo a criação de espaços comunitários? E o que a nossa arquitetura diz sobre os nossos modos de vida?




03/07 - 19h

Encerramento da Voadora#1 com Desapê



Já está chegando ao fim a Voadora #1 com o projeto Desapê, da descolecionadora Rita Mourão. O encerramento será uma visita guiada pela exposição e a apresentação de sua pesquisa na Suiça sobre o artista Dieter Roth e um paralelo com o Concretismo Brasileiro.




29/06 - 19h

Testo Junkie, transfeminismo e o uso da testosterona, um debate com Pombo, Roberto Guedes, Daniel Mori e Julia Bueno



Publicado em 2008, o livro Testo junkie, do filósofo transexual e feminista Paul Preciado, é um ensaio corporal e uma ficção autopolítica sobre um experimento com a ingestão periódica e autoadministrada de testosterona, fora de um contexto médico ou de transição sexual. No dia 29 de junho será realizado um debate sobre transfeminismo, medicina contemporânea e a evolução da indústria farmacêutica nos dias atuais.








16/06 - 17h

Slam das Minas



Slam feito por minas para todas as manas! MULHER NA VOZ!
Nosso cotidiano é feito de poesia.
Lançamento do livro ''Tudo nela brilha e queima'', de Ryane Leão e pocketshow de Bia Ferreira.








08/06 - 19h

Um Marx a descobrir: debate com Marcello Musto e Ricardo Antunes




Debate de lançamento do livro O velho Marx: uma biografia de seus últimos anos (1881-1893), do filósofo e cientista político italiano Marcello Musto. O evento deve contar com a presença de Ricardo Antunes e será organizado em parceria com a editora Boitempo.
Mediação: Daniela Mussi.


21/05 - 14h

Voadora #1: Desapê




A descolecionadora de livros de artista Rita Mourão inaugura o espaço expositivo da Casa Plana com o Desapê Móvel, carrinho com uma seleção de livros raros e os pôsteres da revista italiana Frigidaire.



Mark
©2018. Casa Plana All rights reserved.